terça-feira, 25 de junho de 2013

Teletransporte tem novo impulso com reciclagem quântica

Um dos frutos mais surpreendentes desta área emergente de pesquisas
foi o incrível 
teletransporte do magnetismo. [Imagem: Navau et al./PRL]
Nos últimos dez anos, físicos teóricos têm mostrado que as intensas conexões geradas entre partículas, pelo fenômeno quântico do entrelaçamento - ou "emaranhamento" - podem ser a chave para o teletransporte de informações quânticas.
É bem sabido que Einstein detestava a teoria do entrelaçamento quântico, descartando-o como uma "ação fantasmagórica à distância". Mas já se comprovou que o entrelaçamento é uma característica muito real no nosso universo, e que tem um potencial extraordinário para fazer avançar todos os tipos de atividade científica.
Agora, pela primeira vez, pioneiros nesse campo descobriram como o entrelaçamento pode ser "reciclado" para aumentar a eficiência dessas "ligações fantasmagóricas" entre as partículas.
Lei matéria completa: Um novo protocolo promete tornar mais eficiente o teletransporte, o transporte instantâneo de informações quânticas.
SITE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA. Teletransporte tem novo impulso com reciclagem quântica. 25/06/2013. Online. Disponível em www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=teletransporte-reciclagem-quantica. Capturado em 25/06/2013.