segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

INTRAS, EXTRAS E A EVOLUÇÃO DOS PLANETAS


(Trecho extraído de uma das palestras de Juan Uviedo em São Paulo em 2002).  






Janeiro 1996 - FOTO DA NASA (O Olho de Deus)
MyCn18  (Hourglass Nebula), uma Nebulosa Planetária
 localizada aproximadamente a 8,000 anos luz
Sistema Solar

A cada milhões de anos, os planetas se deslocam e vão trocando de vácuo.
SOL) – Mercúrio – Vênus – Terra - Marte – Júpiter – Saturno – Urano – Netuno –Plutão.

Nesse translado de corpos, o corpo, quando morre, deixa de girar; quando deixa de girar, perde suas partes mais leves para seus quatro abaixo.

Isso tem a ver com a quadratura do círculo, um problema mágico dos velhos tempos, quando a magia começou a crescer. A quadratura do círculo é algo importantíssimo dentro da magia: quando deixa de girar, acontece a espera e, na espera, o corpo se transforma em cubo e esse cubo será transladado até outro vácuo.

A primeira vez que esse translado ocorreu foi com Plutão. Plutão se deslocou para o vácuo de Netuno, então, os plutonianos, quando perceberam que viria o caos, cavaram e entraram dentro da pedra, então chegaram a Netuno como intraterrestres. Plutão é o pai dos intraterrestres.

Depois de milhões de anos isso aconteceu a Netuno; havia uma sociedade conservadora, que não queria perder sua pedra, mas também haviam os revolucionários, as cabeças modernas de Netuno, que inventaram naves, saíram da pedra, esperaram que Netuno fosse ao vácuo de Urano e, quando Plutão chegou ao vácuo de Netuno, desceram. Ao começar a girar, neste cubo criou-se um novo Netuno, o que nós conhecemos.

Nas imagens onde se vê a Terra cortada como uma melancia, podemos ver diferentes capas. Se cavarmos, vamos encontrar em seguida a capa que pertenceu a Marte, quando esta pedra estava no vácuo de Marte; se seguirmos cavando, vamos encontrar a capa de quando esta pedra estava no vácuo de Júpiter.

O vácuo é o que dá nome para o planeta. A pedra que cair no nosso vácuo se transformará em marrom (Terra). As pirâmides são próprias das civilizações marcianas e podem ser mais antigas. Estas pirâmides terráqueas foram construídas em cima de velhas pirâmides, no tempo em que a pedra ainda estava no vácuo de Marte.

Os intras são aqueles cujos avós são plutonianos e vieram sofrendo mutações e se transformando dentro dos vácuos; sempre estiveram dentro dos vácuos.

Os extras se moveram fora dos vácuos, eles tiveram uma atitude revolucionária, abandonaram a mãe e o pai e conservaram a hierarquia.

Nós todos aqui somos terráqueos, alguns com sementes extras e outros com sementes intras.

Quem tiver uma semente extra vai interessar também ao intra, porque os intras se interessam por quantidade. Eles precisam de gente, porque vão construir lugares, necessitam força física, porque terão que enfrentar todos os acontecimentos que irão vir sobre a Terra.

Os extras querem poucos, querem qualidade, porque em cada nave só podem resgatar 13 pessoas.

A diferença entre ser resgatado pelos extras ou pelos intras é que, se for pelos intras vamos ficar nos vácuos e vamos ver tudo; se formos resgatados pelos extras, seremos retirados e só voltaremos minutos depois de tudo terminado e nem vamos saber o que aconteceu.

Quando os extras descerem, os resgatados serão as sementes para a próxima evolução na Terra; e os intras estarão em Vênus.

Algumas mutações já podem ser vistas na natureza: bichos e insetos estranhos, plantas carnívoras. O caos total da Terra começará após o ano 2.250. Nós veremos alguma coisa. Já estamos vendo.

O Planeta Elno é o 12º planeta. Ele é como uma placenta, ou pele, que cobre o vácuo Preto, onde são gerados os planetas. Ele se comporta como uma placenta aberta que vai sugando o que precisa para se formar. Ele já sugou o que precisava de Plutão (isso começou em 1991) e neste momento (2002) ele está sugando tudo o que necessita de Netuno, por isso estamos perdendo a segurança. Em 2.250 ele vai estar em cima de nós (Terra) e aí ele vai sugar tudo o que precisar e vai engordar. Seu tamanho será várias vezes maior que o do Sol e queimará como nos filmes de ficção, desintegrando tudo com seus raios azuis.

Os terráqueos não suportarão ficar na superfície, terão que ficar dentro do solo. O planeta Elno, com a lua Quíron, dará uma volta e passará por entre Mercúrio e Vênus e então ele mandará Mercúrio para o Sol e, no momento em que no vácuo de Mercúrio não existir nenhum planeta, todos os planetas perderão o raciocínio, o canibalismo chegará ao máximo.

Ele dará a volta e os planetas mudarão de vácuo: Vênus irá para Mercúrio, nós começaremos a pensar de novo, a Terra irá para o vácuo de Vênus, Marte chegará no vácuo da Terra e, dependendo da semente, será a evolução.

Elno terminará sua volta pelo sistema carregando tudo dentro do seu ventre, e então produzirá um corpo, que será Plutão do outro lado do sistema. 

O corpo físico deste lado é produzido pela energia do outro lado, por isso, suspeitamos que exista exatamente o mesmo do outro lado do sistema – é a magia do TUDO. O que extrai de negativo deste lado vai produzir o corpo físico do outro lado. Este é o processo no qual a Cosmologia acredita e que está cada vez mais claro.

Veja transcrição de outra de suas palestras no site Cosmologia Nova Ciência

Kachina Azul - Profecia Hopi

Será que o Big-Bang criou dois universos?



Simulação realística do Universo recria evolução cósmica