sexta-feira, 17 de setembro de 2010

MAPA COSMOLÓGICO - O QUE É


                    Veja também: UM GUIA NESTE CONTEXTO DE CAOS

O Mapa Cosmológico, ou Carta de Gestação, indica como é composto o indivíduo, em sua unidade, estando calculadas as entradas de energia na fecundação, aos três meses de gestação, aos seis e no nascimento.


                                      
Para a Cosmologia Energética, cada unidade, somente no caso do ser humano, é formada por 4 espíritos, que compõem seu campo energético, um de fogo, um de terra, um de água e um de ar, podendo haver falta de um deles, com a repetição de determinado elemento.

Cada espírito é composto por três energias, que se manifestam, neste estudo, por cores e sabem, consciente ou inconscientemente, a sua história. As três energias que formam um espírito são chamadas irmãs. Elas se massificam através da junção de uma energia ativa + uma energia passiva, que atrai uma terceira, a energia atômica. As energias atômicas são as que melhor representam a unidade. São colocadas no Mapa abaixo no ítem Bloco.

Antes de encarnarem como irmãs, elas permanecem em capas ao redor da Terra, junto com suas energias primas, cada qual de acordo com sua espécie:
Anárquicas: Amarelo, Preto, Azul e Prata – revolucionam.
Egóicas: Marrom, Dourado, Rosa e Celeste – executam.
De Fé: Verde, Vermelho, Branco e Violeta – analisam.


O Mapa Cosmológico é dividido em quadrantes que ilustram o posicionamento das energias, também mostradas no quadro Posição nos Chacras:

No Driver I, são representadas as energias que formaram o embrião, no ato da fecundação.  Uma energia ativa, fornecida pela mãe, que se instala no pé direito; uma passiva, pelo pai, que se instala no pé esquerdo, e a atômica, pelo cosmo, no chacka umbilical.  Indicam: o que move a unidade.

No Driver II, as energias que entram aos três meses de gestação, momento em que o embrião transforma-se em feto, começando a criar seu cérebro e seu registro. A ativa instala-se no chacka laríngeo, a passiva na vesícula e a atômica no chakra do terceiro olho. Indicam: como a unidade percebe.
             
No Driver III, as energias que entram aos seis meses, a ativa se instala na mão direita, a passiva na mão esquerda e a atômica no chakra cardíaco. Indicam: como a unidade sente.
                       
No Driver IV,  mais três energias, a ativa instala-se no kundalini, a passiva nas costas e a atômica no no chakra coronário. É o leme. Indicam: a direção da unidade.


Também são colocadas as luas, a fase e sua posição à entrada de cada espírito.
                                                                            
Cada energia, cada cor, possui e expressa um temperamento essencial e se relaciona com determinados aspectos da vida humana (Tabela 1)


ELE
MEN
TO

CÔR

REGENTE

SIGNO


ASPECTOS RELACIONADOS
FOGO
Vermelho
Marte
Sagitário
ação, ímpeto, sexualidade
Preto
Plutão
Leão
matéria, físico, dinheiro, valores
Dourado
Sol
Áries
essência, diferencial, alvo
TERRA
Amarelo
Mercúrio
Virgem
análise, comunicação, diplomacia
Verde
Júpiter
Touro
nutrição física/mental/espiritual
Marrom
Terra
Capricórnio
paternidade, normas, hierarquia, espaço
ÁGUA
Prata
Netuno
Peixes
movimento cósmico, estratégia, invisibilidade
Celeste
Vênus
Cancer
maternidade, criação, afetividade, estética
Violeta
Lua
Escorpião
sofrimento, transformação, consciência
AR
Branco
Urano
Gêmeos
devoção, tradição, memória, família
Rosa
Saturno
Aquário
prazer, amor, crianças, espontaneidade
Azul
Elno
Libra
razão, conhecimento universal
Tabela 1

As flechas dentro do círculo, fazendo ligações entre algumas cores, ou fechando-se dentro da própria cor, indicam o intercâmbio entre as energias, marcam o ritmo cerebral. Os movimentos mais importantes são representados no quadro Anéis - Movimentos Finais, que representam comportamentos condicionados, não raro repetidos ao longo de muitas existências, mas que podem ser reprogramados.


Mapa Cosmológico


connectome - mapa de conexões do cérebro humano
Os índios, com sua forma mais instintiva de solucionar os problemas, utilizam jogos e rituais na reprogramação. Para os que preferem o intelecto e a ciência, o trabalho com a consciência é o fator transformador. Criar novas sinapses no cérebro, ampliar seu uso, pode ser libertador. A Física Quântica também tem revelado novas formas. Os limites se ampliam. Segundo relatos, também podem ocorrer trocas energéticas em acidentes, experiências de quase morte, ou outras, patrocinadas por vivências místicas. As novas descobertas validam os refrões dos velhos sábios que já diziam que nós mesmos construímos as formas-pensamento que compõem as personalidades criadas através dos tempos. Podemos, portanto, aperfeiçoa-las.

O círculo externo de cores representa os vácuos fixos do cérebro humano, onde se encontra gravada toda a história, o inconsciente coletivo.

A graduação de 0 a 29º colocada no mapa dentro de retângulos no lado externo do círculo, indica a razão da encarnação de cada energia (cada cor). A flecha ao lado da graduação indica se a energia está em movimento direto, ou retrógrado (repetição de situação já vivida). Se o grau da energia for acima de 9, deve-se somar um algarismo ao outro para obter a razão (tabela 2).

Os graus indicam o ciclo de aprendizagem em que se encontra a energia, e eles se expandem pelas doze cores (em cada cor vivencia 29 graus) e nos quatro elementos, cada qual representando um estágio :
Graus de 0 a 7: aprendizado de Fogo – refere-se ao aprendizado básico de sobrevivência.
Graus de 9 a 16: aprendizado de Terra – refere-se às questões práticas, inclui a vivência em grupos ou sociedades.
Graus de 18 a 25: aprendizado de Água – refere-se ao lado emocional da vida, resolvidas as questões práticas e de sobrevivência. 
Graus de 27 a 29: aprendizado de AR  - refere-se ao lado mental, à compreensão, à abstração, à vida além do corpo. 

A graduação mostra também a idade em que a energia se manifesta mais ativamente. Por exemplo, se uma energia está em grau 21, sua razão é Missão e será sentida especialmente aos 21 anos e, na progressão, aos 42, aos 63 e assim por diante, de 21 em 21 anos. Ela segue atuando normalmente durante a vida, porém, é nessas idades marcadas que ocorrem as experiências mais importantes dessa energia, para a unidade.

Grau

                        R  a  z  ã  o

0 ou 9
Cozinha Cósmica (culminação do energético) – a energia já completou um ciclo e está em estado de repouso; não tem pendência, nem obrigação. O aprendizado desta vez vem através da contemplação.
1

Aceitação – também não tem pendência, basta vivenciar as diversas situações. É um aprendizado sobre independência.
2
Karma – existe uma cobrança devido a assuntos não resolvidos anteriormente. Mobiliza toda a unidade para cumpri-lo. Exige uma postura receptiva, apaziguadora.
3
Missão – cumprido o Karma na vivência anterior, sente o impulso de recomeçar sob nova forma; é um estágio para perceber que pode agir de forma diferente,  plantar uma boa semente.
4
Concretização (culminação do físico) – necessita deixar sua marca no mundo – algo concreto, que sobreviva ao corpo físico.
5
Mudança de Concepção – a energia precisa aprender a ver de forma diferente da que a trouxe até aqui, revolucionar os conceitos.
6
Iniciação – já transcendeu o plano físico e mental e começa a entrar no espiritual; inicia-se em algo mais elevado do que a levou à razão 4.
7
Graduação – passa por provas decisivas para ganhar a maestria; gradua-se; já aprendeu quase tudo o que precisa, agora se prepara para ensinar.
8
Maestria (culminação do espírito) – deve ensinar, guiar, deixar discípulos.
Tabela 2

Maiores informações nos posts sob os marcadores COSMOLOGIA ENERGÉTICA CÁLCULOS