sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Planeta errante vaga pelo espaço sem estrela

O planeta errante não orbita em torno de uma estrela e, por isso, não tem luz para refletir; o fraco brilho que ele emite pode ser detectado apenas no infravermelho. O objeto parece azulado nesta imagem infravermelha porque grande parte da radiação nos maiores comprimentos de onda infravermelhos é absorvida por metano e outras moléculas existentes na atmosfera do planeta. No visível, o objeto é tão frio que apenas brilharia muito pouco com uma cor vermelha escura, quando visto de perto.[Imagem: ESO/L. Calçada/P. Delorme/Nick Risinger/R. Saito/VVV Consortium]

A busca por respostas, muitas vezes, me parece solitária.

Sinto-me errante, identifico-me com órfãos, sem sê-lo. Sou e não sou, me divido, me multiplico. O leque se fecha, o leque se abre. Focalizo, desfocalizo...


Outras vezes, como hoje, ao abrir a mensagem do Site informativo, sinto que meus pensamentos ecoam pelo espaço, ou que o espaço se aproxima de mim, trazendo os pensamentos. Talvez ocorram as duas coisas e mais algumas. Ou simplesmente seja apenas impressão minha.


Veja aqui: Este é o melhor candidato a planeta errante e o mais próximo do Sistema Solar, a uma distância de cerca de 100 anos-luz.


SITE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA. Planeta errante vaga pelo espaço sem estrela. 14/11/2012. Online. Disponível em www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=planeta-errante-vaga-pelo-espaco-sem-estrela. Capturado em 16/11/2012.