domingo, 11 de novembro de 2012

MENSAGEM PARA VIOLETA

Arte de  Vitor Martins
Estava no Facebook a foto que ilustra este post e, abaixo dela, alguém comentava que o desenho pertencia a outra pessoa.

Chega neste momento em que medito sobre autorias, plágios, enfim, sobre quem é dono do que.

Ainda não cheguei a uma conclusão, mas o assunto incitou-me a falar sobre a energia que está iluminada pelo sol neste período, o VIOLETA da Cosmologia Energética, o signo de Escorpião na Astrologia.

Dizem que Judas, o delator de Jesus, corresponde a essa energia.

Traições, vinganças, coisas do lado negro são associadas a ela. Quem foi tocado, jamais esquece.

O Violeta é um dos dissolventes e faz isso mesmo que sugere a palavra, com a força do elemento água. Suave, doce, curativa em pequena quantidade. Mortal, destrutiva, quando se avoluma.

Não é por acaso que, dentro da nossa realidade dual, representa a morte e a transformação. Se estar num plano denso significa vivenciar ilusões, a morte é a libertação, é a possibilidade de atingir dimensões mais altas de consciência. O mal em sua forma extrema faz par com o bem de semelhante intensidade.

Mas não abrevie sua existência física por isso! A cada instante, é possível morrer para velhos pensamentos e nascer para uma consciência maior.

Persistência é uma das características fortes desta energia. Usada na polaridade negativa, pode fixar-se numa ação vivenciada. Uma vez fixada no passado, traz junto sofrimento e aflição. Na polaridade positiva, usando-a para atingir um objetivo traçado, mantendo a atenção no presente, o sucesso será inevitável.

Aqui, a mensagem escrita na foto acima é util para o Violeta. Deixar para lá o apego a uma ideia, a um fato e não deixar para amanhã, libera a energia para o presente.