terça-feira, 6 de agosto de 2013

Físicos fazem caminho matemático das partículas ao Universo

No mundo real, relativístico e quântico funcionam conjuntamente sem traumas.
O problema é que ainda não entendemos como essa transição se dá.[Imagem: M.C. Escher/Wikipedia]

Finalmente foi demonstrada uma possibilidade de se encontrar uma compatibilidade entre a mecânica quântica e a relatividade geral.Como nas gravuras de M.C. Escher, em que as coisas se fundem de forma suave, o mundo é simultaneamente relativístico, clássico e quântico, dependendo das dimensões que consideremos.
O problema é que a ciência ainda não sabe descrever essa transição, e o quadro da nossa concepção filosófica da realidade é uma pintura longe de ser terminada.
Mas um vislumbre de como misturar as tintas e mover os pincéis para terminar esse quadro acaba de ser obtido de forma surpreendente por Steffen Gielen (Universidade de Hannover, Alemanha), Daniele Oriti (Instituto Perímetro, Canadá) e Lorenzo Sindoni (Instituto Max Planck, Alemanha).
O trio partiu de equações da mecânica quântica e chegou a uma equação cosmológica, desenvolvida há quase um século, que descreve o tipo de universo mais fundamental, um universo vazio, onde as coisas ainda estão por ser criadas





Leia matéria completa:
SITE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA. Físicos fazem caminho matemático das partículas ao Universo. 05/08/2013. Online. Disponível emwww.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=fisicos-alcancam-cosmologia-pela-gravidade-quantica. Capturado em 06/08/2013.