terça-feira, 28 de maio de 2013

PALAVRAS DE PODER


No final de 2010, dentro de um exercício de consciência, escolhi as dez palavras essenciais para mim: 
respeito 
solidariedade 
perseverança 
liberdade 
compreensão
lucidez 
sinceridade 
devoção 
disciplina 
coragem

Em 2011, substituí:
solidariedade por afetividade 
perseverança por automotivação 
liberdade por unicidade
compreensão por empatia 
lucidez por discernimento 
devoção por experiência 
disciplina por empenho 
coragem por integridade 

Hoje, revendo, faço novas mudanças: 
Respeito e sinceridade, antes inalteradas, fundem-se em uma só: FLUIR
Sim, transformo-as em verbo, percebendo que só fazem sentido em ação e se são características intrínsecas do ser.

Tal qual um castelo de dominós, as outras acompanham: 
afetividade é AMAR 
automotivação é AUTOMOTIVAR 
unicidade é UNIFICAR 
empatia é IDENTIFICAR 
discernimento é DISCERNIR 
experiência é EXPERIMENTAR 
empenho é EMPENHAR 
integridade é INTEGRAR

Nesse jogo de palavras, identifico a transformação interna processada através do redirecionamento das minhas energias. Conforme relatado na MUDANÇA DE CAPITALa partir de uma ênfase racional, carregada de sutil temor e dogmatismo, passo à ação, verdadeiro processo de aprendizagem.

Começo a me aproximar do AMOR, que não constava na lista original. Amando, quem sabe possa descobrir o que é e transforma-lo numa palavra de poder!