sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Expansão do Universo é medida com precisão inédita

A famosa "escada de distâncias cósmicas", usada para medir a taxa de expansão do Universo, é formada por uma série de estrelas e outros corpos celestes com distâncias conhecidas.[Imagem: NASA/JPL-Caltech]


A determinação da taxa de expansão é fundamental para a compreensão da idade e do tamanho do Universo.
Expansão e aceleração da expansão
Usando o Telescópio Espacial Spitzer, astrônomos fizeram a medição mais precisa já realizada da constante de Hubble.
O número indica a velocidade com que o Universo está se expandindo.
A constante de Hubble homenageia o astrônomo Edwin Hubble, que confirmou os dados do seu colegaGeorges Lemaitre, que foi quem descobriu que o Universo tem-se expandido desde sua origem.
No final dos anos 1990, astrônomos descobriram que esta é apenas metade da história: além de estar se expandindo, a expansão do Universo está se acelerando.
Esta descoberta rendeu o Prêmio Nobel de Física de 2011:
A determinação da taxa de expansão é fundamental para a compreensão da idade e do tamanho do Universo.


Continue lendo