terça-feira, 11 de setembro de 2012

Novidades sobre Teletransporte Quântico e Entrelaçamentos



O experimento, realizado entre dois observatórios astronômicos, 
dependeu de estritas condições ambientais para que pudesse ser 
realizado sem interferências. [Imagem: IQOQI-Vienna]

Teletransporte de propriedades
Foi batido um novo recorde de distância no teletransporte quântico, reproduzindo as características de uma partícula de luz a 143 quilômetros de distância de onde se encontrava a partícula original.
A equipe da Áustria, Canadá, Alemanha e Noruega foi financiada pela ESA (agência espacial europeia).
O experimento conseguiu transferir as propriedades físicas de uma partícula de luz, um fóton, a outro fóton, por teletransporte quântico.
A transferência cobriu os 143 Km que separam o telescópio Jacobus Kapteyn, na ilha de La Palma, nas Canárias, e a Estação Óptica de Terra, em Tenerife.
O recorde anterior, pertencente a uma equipe chinesa, era de 97 km.
Entrelaçamento entre fótons
Para que o teletransporte quântico seja possível, as duas partículas devem "entrelaçar-se" - compartilhar as propriedades físicas por meio de um fenômeno conhecido como entrelaçamento quântico.

 As características de uma partícula de luz foram replicadas a 143 quilômetros de distância de onde se encontrava a partícula original. Leia matéria completa.