sexta-feira, 1 de novembro de 2013

Exoplaneta de lava derrete teorias astronômicas

O exoplaneta Kepler-78b tem uma densidade semelhante à da Terra,
o que sugere uma composição também semelhante, rica em ferro.
[Imagem: David A. Aguilar (CfA)]
Nada como uma boa observação para ajudar a melhorar as teorias.

O exoplaneta Kepler-78b é um planeta que, pelas teorias atuais, não deveria existir.

Este escaldante mundo de lava orbita sua estrela a cada oito horas e meia, a uma distância de menos de um 1,6 milhão de quilômetros - uma das órbitas mais apertadas que se conhece.

De acordo com as teorias atuais de formação dos planetas, ele não poderia ter-se formado tão perto da sua estrela, nem poderia ter-se formado mais longe e mudado para lá porque simplesmente teria se chocado com a estrela.

Mas o Kepler-78b é interessante não apenas por desafiar as teorias, mas também por ser o primeiro exoplaneta descoberto que tem o tamanho da Terra e uma densidade semelhante à da Terra.

Leia matéria completa! 
SITE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA. Exoplaneta de lava derrete teorias astronômicas. 31/10/2013. Online. Disponível em www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=kepler-78b-exoplaneta-superquente-derrete-teorias. Capturado em 01/11/2013.