sexta-feira, 24 de junho de 2016

Simulador quântico vira realidade e vê matéria surgir do vácuo



    [Imagem: IQOQI/Harald Ritsch]

O chip de 4 qubits foi capaz de simular um dos eventos mais intrigantes da mecânica quântica, quando partículas e antipartículas emergem virtualmente "do nada" - do chamado vácuo quântico.

Em um experimento histórico, físicos conseguiram realizar a primeira simulação quântica de um evento quântico real - quase surreal.

Leia matéria completa:
SITE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA. Simulador quântico vira realidade e vê matéria surgir do vácuo. 24/06/2016. Online. Disponível em www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=primeira-simulacao-quantica-evento-quantico-real. Capturado em 24/06/2016.

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

Ondas gravitacionais são detectadas pela primeira vez

Corpos de grande massa, como estrelas de nêutrons, pulsares e buracos negros, geram um emaranhado de ondas gravitacionais. [Imagem: Henze/NASA]


A equipe internacional responsável pelos experimentos LIGO anunciou ter detectado ondas gravitacionais pela primeira vez.

As ondas gravitacionais foram previstas teoricamente em 1905, nos trabalhos de Henri Poincaré, Hendrik Lorentz e Albert Einstein, em um momento em que toda a comunidade física e astronômica trabalhava em uma nova visão do Universo que pudesse dar uma explicação mais ampla à força da gravidade.

Na nova estrutura teórica que emergiu, espaço e tempo são tramas de um tecido chamado espaço-tempo, tecido esse que é curvado pela presença de grandes massas, o que faz com que corpos menores, como a maçã de Newton, tendam a cair em direção a eles.

As ondas gravitacionais detectadas surgem quando corpos de massas muito grandes interagem, causando ondulações no tecido do espaço-tempo que se espalham pelo Universo.

Leia Matéria Completa:
SITE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA. Ondas gravitacionais são detectadas pela primeira vez. 11/02/2016. Online. Disponível em www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=ondas-gravitacionais-detectadas-pela-primeira-vez. Capturado em 12/02/2016. 

sábado, 30 de janeiro de 2016

Espaço-tempo pode ter arco-íris de energias

A mesma equipe já havia demonstrado que o espaço-tempo não é o mesmo para todos.
[Imagem: Wikimedia/Mavrica]

Da mesma forma que a luz passando por um prisma, o espaço-tempo pode gerar seu próprio arco-íris para partículas de diversas energias.

Quando a luz branca passa através de um prisma, o arco-íris que emerge no outro lado revela uma rica paleta de cores que tem a ver com a energia dos fótons.

Agora, físicos demonstraram que os mais variados modelos do Universo já idealizados, que incluem as várias teorias quânticas da gravidade, implicam a existência de um outro tipo de arco-íris, composto por diferentes versões do espaço-tempo.

Em outras palavras, em vez de se depararem todas com uma única "realidade", as partículas de diferentes energias sentem versões ligeiramente modificadas do espaço-tempo.

Leia matéria completa:
SITE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA. Espaço-tempo pode ter arco-íris de energias. 29/01/2016. Online. Disponível em www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=espaco-tempo-ter-arco-iris-energias. Capturado em 30/01/2016.