terça-feira, 3 de julho de 2012

O ANJO APRENDIZ - Lição 7 - A Vida é um Palco


tazaquinews.com
            Obs.: Frases em negrito do místico Satyanátha 



Preenchido com as vivências nesta pedra, o anjo sente agora uma vertigem ao se recordar de todas elas, representantes das diversas realidades constatadas.

O caminho do meio mostra-se mais distante para a maioria das pessoas, as quais, divididas, seguem por diferentes trilhas que se multiplicam, como a terra se rachando pela ação dos cataclismos.

Não há mais caminho do meio.

Em sua mente, um grande redemoinho esmigalha as realidades e as transforma em imagens de sonho.

Confuso, sente-se perdido, desamparado.
Então tudo não passa de uma ilusão? Tudo o que fazemos, tudo o que construímos?
Para que tudo isso?
Não compreende.

Procura, mas não encontra seus companheiros.
Busca dentro de si as técnicas de sobrevivência aprendidas.
Sozinho, senta-se para meditar.
Acalma seu ser.

De repente, uma voz ecoa. É interna, ele sabe.
Reconhece seu guia, outro anjo que habita uma dimensão bem mais elevada, que diz:

"Tudo é uma ilusão? Como então lidar com isso sem desdém? Quem se importa com o que não é real? 

Para a alma, os níveis materiais são uma ilusão. Um filme projetado sobre a tela, que ela usa para aprender. 

Para o mais elevado espírito, o atman, a vida da alma é uma ilusão, um prolongamento que ele cria para que nós, seres divinos, possamos tocar a matéria mais densa. 

Para níveis mais altos, talvez o próprio espírito seja uma ilusão. E assim sucessivamente. 

Mas o ator não desiste do drama porque sabe que aquilo não é real, que os refletores pairam sobre a sua cabeça e que maquiagem cobre seu rosto. Enquanto ele está no palco, ele se dedica àquilo com afinco, criando algo fugaz, mas que tem efeitos sobre quem participa. Arranca lágrimas, risadas; em seus movimentos há tristeza e redenção.

Para nossos níveis mais altos, isto é só teatro. Só que teatro é uma coisa muito poderosa, cheia de possibilidades e descobertas." 

Ao som dessas palavras, uma sensação de paz invade seu coração.

Percebe a beleza do trajeto percorrido.
Vê a perfeição de cada movimento, de cada personagem deste grande, infinito universo.

Agora faz sentido.

Outro ensinamento, guardado em uma de suas gavetas da mente, clareia sob a luz de um holofote: “O palco é o lugar onde a mensagem é mais forte, onde as palavras ecoam, onde a fagulha incendeia.”

Levanta-se.

Lembra-se de seu pedido a Deus, agora uma promessa:
"Que eu viva a vida real e acorde outros.

Caminha.